Total de visualizações de página

quarta-feira, 30 de julho de 2008

MINISTRO POETA

"Caminhando, cantando e ouvindo a canção..."

Gilberto Gil deixa a imagem oficial de Ministro e volta à de artista de seu tempo; confirmando a profecia de Andy Waroh: todos terão os seus 15 minutos de fama. Gil foi ministro da cultura da Republica Federativa do Brasil no segundo mandato do presidente Luis Inácio Lula da Silva, sem sobra de dúvida, o presidente com maior índice de popularidade nas pesquisas.
Gil volta à arte.

ARTE, CULTURA E CIVILIZAÇÃO

Nos idos 70, a chegada de uma nova canção de Gil, Caetano, Milton Nascimento no "clube da esqulina" e Chico B. de Holanda, era esperança para MILHARES de jovens que escapuliram das barras da torturas e das mortes anunciadas nos porões da ditadura militar brasileira.
Muitos jovens foram lançados de helicópteros em alto mar e outros não aprenderam a nadar e foram ao fundo do poço com as drogas ilícitas.
A limpeza étnica, política-ideológica hoje é mais sutil, tem marquete e quem manda é o mercado financeiro globalizado, que não se impõe só pelas fardas e brazões assinalados.

Uma foto do então ministro Gilberto Gil foi publicada na seção dos famosos do msn na véspera de sua despedida docargo público, junto com a foto do jovem músico Thiago Rodrigues, que teve seu instante de fama e protesto:
"Como é que pode? A Polícia Federal vai atrás, prova que os caras estão na corrupção pesada e aí vem o bonitão do Gilmar Mendes e manda soltar. Deve ter o rabo preso. O que esse senhor faz é um absurdo."

Vou falar de legendas pois as fotos "se fu" - deletei - pois têm direito autoral. Mas descrevo-as: A foto do "Tico", que lançava o protesto pelo NÃO estava lá na FAMOSIDADES-GALERIA: ARTISTAS NA POLÍTICA do msn (será que estão arquivadas ?) - junto com as fotos de dois artistas de que reproduzo as legendas:
- "O ator Stepan Nercessian já se afastou de suas atividade da TV Globo para se candidatar à vereador no Rio de Janeiro" e "O cantor Gilberto Gil aceitou o convite do presidente Lula e está à frente do Ministério da Cultura em seu governo" Lembro nesta revisão que a foto do Gil foi publicada pelo msn um dia antes da notícia de sua saída do Ministério da Cultura.

O fato e a imagem são etéreos - ubíquos e sem durabilidade no espaço absurdo do tempo sem tempo midiático. Eu cá nem sabia naquele instante da foto dos famosos do msn se o Gil ficava Ministro! Mas o artista, que não diria "engajado", mas senhor do seu tempo, essa fica, pois ele e seus contemporâneos da Tropicália, da Bossa Nova, da MPB e de outras bandas sonoras dos idos 50/60/70 tinham suas mensagens e indignações próprias e coletivizadas, trazendo à política o pensar, o sentir o mundo como um artista de sua época.














A presença daqueles jovens, preocupados com os destinos do Brasil, no espaço virtual de celebridades diárias do msn, em 25.7.2008 - 18h45 (matéria: "Grupo de artistas protesta contra a política brasileira - Thiago Rodrigues aderiu à campanha feita pelo cantor Tico Santa Cruz"), pode até "cheirar" a marketing político, mas não deixa de ser um eco do protesto nato, que a juventude traz em si e os "maduros", às vezes, perdem o gosto np gozo da velhice.
Pena que a matéria não deu o endereço do blog que propunha um "NÃO" aos políticos e à corrupção naquelas eleições de 2008. Tal utopia cibernética seria REVOLUCIONÁRIA (palavra proíbida na época de Che Guevara) e uma nova "onda" para o rascunho de destino de noss@s net@s.

A foto do Gil Ministro, de terno e gravata, não difere do Gil tropicalista, o sorrizo é o mesmo, a carnavalização da cena, também; o que muda é a pirotecnia das tecnologias da informação e da comunicação, com a maquiagem do poder e da cultura, engrossando o caldo da nossa "geléia geral" brasileira.

O espírito dos jovens artistas, incomodados, em suas idignações, indagações, segue o curso do rio chamado vida em nossa combalida casa chamada Terra.

Arte, Cultura e Educação é o começo da existência política do cidadão brasileiro.

Salve Tico, Thiago e Gil !!!. O que seria das nossas lutas diárias sem a canção, o sol, a chuva e as estrelas, em noite de lua cheia e perfume de rosas, jasmins e madressilvas e a presença do povo na praça da Liberdade?

Um comentário:

chrispim disse...

Quem acredita na política? e no poder da juventude?