Total de visualizações de página

terça-feira, 7 de outubro de 2008

PAIXÕES ELETIVAS- PULSÕES SELETIVAS

Eleições, amnésia política, cenário nacional. Papéis inúteis, fúteis, a voar pelas ruas e entulhar de lixo político nossos parcos passeios públicos. Milhões de reais gastos em marketing eleitoral. O zero do voto nulo não conta nesta probabilística da sorte ("aos vencedores, as batatas"). Trocam-se ministros e prefeitos, mas a política é a mesma; depende da vida de seres humanos e a vida, como disse o José Saramago, "não é como o livro, que se vira a página". A vida é ... um moto contínum, ofício de viver vale a vivência, é ver e crer, crer pra ver. Aqui, política se faz na lei das conveniências e no jogo das contradições. Voto pelo direito de não votar quando não se em quem votar.

Um comentário:

chrispim disse...

confesso que votei no Mamão